quinta-feira, 3 de abril de 2008

já é quinta?

Às vezes tenho a impressão que algum dia da semana se perdeu, em meio aos papéis da minha mesa.

ANDORINHA

Andorinha lá fora está dizendo:
- "Passei o dia à toa, à toa!"

Andorinha, andorinha, minha cantiga é mais triste!
Passei a vida à toa, à toa...

[Manuel Bandeira, em Libertinagem, 1930]

Um comentário:

Sérgio Luiz disse...

Bah, sur le "qui suis-je?": ça va sans dire qu'une piscienne soit inconstante.
Ben, jolie sélection de textes, sauf Budapeste, bouquin minable.

Salut!